Home » » Latino tem três dias para pagar dívida de pensão para não ser preso

Latino tem três dias para pagar dívida de pensão para não ser preso

Potado por: Jornalismo - terça-feira, 16 de dezembro de 2014 | 09:12

Desde a segunda, 15, Latino corre o risco de ser preso. O cantor, que enfrenta três processos na Justiça movidos por mães de três de seus oito filhos, sofreu uma derrota parcial e terá que pagar parte das parcelas atrasadas de uma “pensão” estipulada em juízo.

A ação se refere à execução de alimentos movida pela ex-modelo Jaqueline Blandy, mãe de Matheus, de 2 anos, um dos filhos do cantor. Na decisão, a Justiça determina o pagamento em três dias de três parcelas do valor do débito total. A não quitação de parte da dívida — cerca de R$ 15 mil — pode ocasionar na prisão de Latino. O cantor, que atualmente mora em São Paulo, ainda não foi encontrado pelo oficial de Justiça.

Matheus é fruto de uma relação rápida entre o artista e a ex-modelo. Em outubro, quando o caso se tornou público, a defesa do cantor disse que ele reconhecia ser pai de Matheus, mas que havia uma discordância entre o valor pedido pela mãe da criança e o valor que ele poderia pagar para a ela. Latino diz oferecer um salário mínimo para seus filhos. A Justiça havia determinado em fevereiro que ele pagasse cerca de R$ 5 mil mensais para a criança. Segundo a mãe, o depósito nunca foi efetuado. A dívida já teria superado R$ 40 mil reais.
Sobre a decisão publicada nesta segunda no Diário Oficial, o advogado de Latino afirmou que ele ainda não teve conhecimento do teor do documento. A ação corre em segredo de Justiça.

A decisão desfavorável a Latino se deu três dias após o cantor promover uma megafesta de aniversário para o seu macaco de estimação, o Twelves. Segundo a apuração da Retratos, o custo básico para o tratamento do bicho é de R$ 500, além das taxas de eventuais viagens que o macaco faça de avião. Latino, no entanto, afirma que o custo é o mesmo de um cachorro e que Twelves não faz viagens de avião.

Nesta segunda, outra mãe de um filho recém-assumido de Latino voltou à público para reclamar da falta de ajuda financeira. Em outubro, quando Latino assumiu a paternidade de Ana Júlia, de 6 anos, ele afirmou que estava em contato com a mãe para resolver extrajudicialmente a questão sobre o pagamento da pensão.

“A situação da minha filha continua indefinida. Há seis anos eu estou a sustentando sozinha. Não pagou nem um centavo. Nem sequer ela tem o nome do pai da certidão de nascimento”, afirmou Neusimar Cosendei, em entrevista a Retratos. A defesa de Latino disse que entraria em contato o quanto antes com a mãe para resolver a questão.

Além de Neusimar e Jaqueline, a paulista Glaucia Deneno também briga na Justiça para que Latino pague uma pensão para Valentina, de 2 anos.

Extra
Espalhe por aí :
 
Share English German French Arabic Chinese Simplified