Home » , » WhatsApp: uma nova ferramenta da polícia

WhatsApp: uma nova ferramenta da polícia

Potado por: Jornalismo - segunda-feira, 25 de maio de 2015 | 08:48

WhatsApp Messenger é um comunicador que permite a troca de mensagens instantâneas, fotos e vídeos entre seus usuários. Com toda a modernidade oferecida pelo aplicativo, a febre foi além dos grupos de amizades. A tecnologia vem sendo usada com frequência no ambiente de trabalho. As forças de segurança dos municípios de Campos, São João da Barra, São Fidélis e São Francisco de Itabapoana, desde o início deste ano, vêm utilizando o aplicativo, disponível para smartphones, como aliado da segurança pública na região. Cerca de 50 representantes das polícias Civil, Municipal, Rodoviária Federal e Guarda Civil Municipal, participam de um grupo no aplicativo, no qual são compartilhadas as primeiras informações após a ocorrência de um crime.

Segundo o delegado da 145º Delegacia de Polícia de São João da Barra, Marcos Célio Peralta, a iniciativa surgiu com o objetivo de aperfeiçoar a comunicação interna entre as forças de segurança. “Quando uma vítima chega à delegacia para fazer a ocorrência, demandava certo tempo para o fim do registro e início das buscas pelos criminosos. Com essa ferramenta, teremos o diferencial da comunicação imediata entre as forças de segurança”, ressaltou o delegado.

Além da agilidade no desfecho de diversos crimes, a iniciativa é vista pelo delegado como forma de integração entre os agentes. “Estamos estreitando as relações entre os órgãos que trabalham pela população. Inicialmente, o grupo seria utilizado para identificar suspeitos de roubo. No entanto, o aplicativo já foi utilizado na solução de outros crimes”, disse.

O comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Wellington Levino, diz que crimes importantes poderão ser solucionados. “O celular com o aplicativo fica na sala de operações e monitoramento, onde é possível o envio rápido de informações”, disse.

De acordo com o comandante, o WhatsApp foi usado para divulgar as imagens das câmeras de segurança após Elieni da Silva Carvalho, 23 anos, ter sido morta em um ponto de ônibus, numa tentativa de assalto em frente a um shopping, no Parque Rodoviário, em Campos, em novembro do ano passado.

Folha sai na frente para atender leitor

A Folha da Manhã, que já utiliza há pouco mais de um ano o aplicativo WhatsApp, foi o pioneiro entre os meios de comunicação da região. Buscando interagir ainda mais com os leitores, a ferramenta está disponível para que você, leitor, possa contribuir de forma mais rápida com o jornal, além de ter a oportunidade de passar pela experiência de ser repórter por um dia e ter o nome divulgado nos créditos da matéria.

Segundo a editora da versão online da Folha, Joseli Matias, o aplicativo tem trazido um resultado positivo para o jornal.

— Adotamos o WhatsApp em março de 2014 e o resultado foi bastante positivo, porque estreitou a relação da Folha Online com nossos leitores. É uma ferramenta que permite que a comunidade participe ativamente das pautas. Os leitores sugerem reportagens, fazem denúncias e enviam flagrantes.—, disse.

Através do número (22) 99208-7368, você pode contatar a redação, enviar denúncias, fotos, vídeos, áudios e sugestões para matérias.

Por Folha da Manhã

Espalhe por aí :
 
Share English German French Arabic Chinese Simplified