Home » » Câmara vai votar maioridade em junho, diz Cunha

Câmara vai votar maioridade em junho, diz Cunha

Potado por: Jornalismo - segunda-feira, 1 de junho de 2015 | 08:51


O presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), usou neste domingo (31) sua conta pessoal no microblog Twitter para questionar a tentativa de deputados de seis partidos, encabeçados pela bancada do PT, de tentar suspender no Supremo Tribunal Federal (STF) a tramitação da reforma política. Na rede social, o peemedebista classificou de "choro" o mandado de segurança protocolado neste sábado (30) por 61 parlamentares de PT, PPS, PC do B, PSOL, PSB e PROS.

Em meio às mensagens sobre a reforma política, Eduardo Cunha disse que os mesmos partidos que reclamaram da votação das propostas que alteram o sistema político e eleitoral do país vão sofrer novas derrotas na Câmara porque, segundo ele, as posições deles são "minoritárias" em plenário. O peemedebista antecipou que, em junho, colocará em votação no plenário a proposta de redução da maioridade penal, outro assunto que enfrenta resistência da bancada petista.

"Esses mesmos [que protocolaram o mandado de segurança no STF] já entraram com várias ações para qualquer decisão minha, e todas lá estão sem sucesso até agora, porque não assistem razão", escreveu na rede social.

De acordo com o presidente da Câmara, a comissão especial que está analisando o projeto de redução da maioridade penal de 18 para 16 anos deve concluir seus trabalhos até 15 de junho. "Levaremos imediatamente ao plenário", enfatizou.


Por G1
imagem: ilustrativa
Espalhe por aí :
 
Share English German French Arabic Chinese Simplified