Home » » “Monstro da van” condenado a 24 anos de prisão

“Monstro da van” condenado a 24 anos de prisão

Potado por: Jornalismo - sexta-feira, 4 de setembro de 2015 | 08:42

O Tribunal do Júri de Campos condenou nesta quinta-feira (3) o motorista Jhony Porfírio da Silva Carolino, conhecido como “Monstro da van”, a 24 anos de prisão. Ele foi considerado culpado pelos crimes de tentativa de homicídio duplamente qualificado, estupro e furto praticados contra uma jovem que embarcara em sua van, em abril de 2012. Jhony também seria investigado por roubo, estupro e morte de outras três mulheres.

A sentença foi lida no final da tarde pela juíza Rachel Assad da Cunha, após cinco horas e meia de julgamento. A magistrada fixou o regime fechado para início do cumprimento da pena e negou ao réu o direito de recorrer em liberdade, mantendo-o na prisão em que se encontra. A defesa anunciou que vai recorrer.

Segundo a denúncia do Ministério Público, a vítima, ao sair de sua casa para trabalhar, no dia 12 de abril de 2012, fez sinal para uma van de transporte alternativo conduzida por Johny. O veículo estava vazio e quando passou pela avenida Doutor Newton Guaraná, na localidade conhecida como Fazendinha, a jovem foi abordada pelo motorista, sendo constrangida, assaltada e agredida com uma barra de ferro. Pensando que a vítima estivesse morta, o motorista jogou seu corpo numa vala existente num matagal, próximo à beira da estrada, coberto por um saco de lixo.

De acordo com a acusação, o denunciado premeditou os crimes e os praticou com dolo, uma vez que somente deu carona à jovem, não parando para os demais passageiros. “Frise-se o crime de homicídio somente não se consumou por circunstâncias alheias à vontade do denunciado, uma vez que a vítima, apesar de haver sido atingida na cabeça, foi socorrida a tempo e recebeu pronto atendimento médico”, destacou a juíza na sentença.

Fonte: Folha da Manhã
Espalhe por aí :
 
Share English German French Arabic Chinese Simplified